Prefeitura esconde surto de Covid-19 em mais duas escolas e mantém unidades funcionando

Já são cinco unidades com dois ou mais casos confirmados, mas só três foram interditadas; Caic Rubens Cruz e EMEF Waldemar Safiotti seguem abertas, mesmo com seis alunos infectados



Pelo menos quatro alunos da EMEF Waldemar Safiotti e mais dois do Caic Rubens Cruz, em Araraquara, testaram positivo para Covid-19 nos últimos dias. Apesar disso, as duas unidades municipais seguem abertas nesta quarta-feira, 28, contrariando o decreto da Prefeitura que prevê a interdição do local.

Três unidades já foram fechadas por surto da Covid-19 esta semana, a EMEF Henrique Scabello, no Hortênsias, e os CERs do Adalberto Roxo e da Vila Xavier. Uma das servidoras infectadas após a volta às aulas está internada.

Para protegerem suas vidas, os servidores da Educação municipal de Araraquara estão em greve desde o dia 5, quando a Prefeitura determinou o retorno do trabalho presencial nas unidades. A reabertura contraria as evidências científicas que mostram que as escolas não são ambiente seguro ainda neste momento da pandemia, mesmo após a redução da contaminação devido ao correto lockdown realizado na cidade.

Estudos da USP e da Fiocruz estabelecem parâmetros para a reabertura segura das escolas, mas Araraquara ainda não atingiu os números indicados pelos pesquisadores para poder fazer a retomada das aulas sem risco para servidores e alunos.

A cada dia que passa, desde o retorno presencial das atividades da Educação, mais e mais servidores e alunos adoecem de Covid-19. Chega a ser inexplicável que um governo do Partido dos Trabalhadores atue contra tudo e contra todos para poder abrir escolas. Até mesmo a presidente do Partido, Gleise Hofmann, já se posicionou contrária à volta às aulas.

O SISMAR já convidou três doutores, especialistas na área da Saúde, para participarem das assembleias da categoria e todos foram bem claros: não é seguro voltar as aulas presenciais neste momento. E ponto.

Por outo lado, a Prefeitura não apresentou nenhum estudo científico para defender que é seguro abrir as escolas. Não apresentou, porque não tem ninguém sério que defenda o retorno.

A categoria continua em greve e o Sindicato é bem claro: nenhum servidor da Educação municipal de Araraquara deve ir trabalhar. Estamos em greve para proteger a vida de todos. Você não é obrigado a se expor. Se está com medo, venha para a greve. Assine a lista de presença e não vá trabalhar. Venha fortalecer o grupo que luta por você.

1,871 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo