SISMAR denuncia falta de EPIs para proteção contra o Covid-19 na UPA

Em diligência, dirigente do Sindicato encontrou várias irregularidades e omissão da Prefeitura de Araraquara em minimizar os riscos de contaminação



Na noite desta quarta-feira, 18 de março, a diretora do SISMAR Isabel Dias esteve em diligência na UPA Central e constatou uma série de irregularidades no fornecimento de materiais e Equipamentos de Proteção Individual (EPI's) para os funcionários.


Além disso, foi identificada omissão da Prefeitura na tomada de providências no sentido de organizar a espera de pacientes e acompanhantes, no intuito de minimizar os riscos de transmissão de pessoa para pessoa, bem como na total ausência de treinamento específico no combate à pandemia do COVID-19.


Em face das irregularidades constatadas no local e considerando que a UPA Central reflete a realidade das outras duas unidades similares e também da rede básica, o SISMAR, ainda na noite desta quarta-feira, FORMULOU DENÚNCIA junto ao Ministério Público do Trabalho (MPT), requerendo a instauração de Procedimento Investigatório ou Inquérito Civil, com a máxima urgência, para fins de correção das irregularidades apuradas e para que vidas sejam preservadas.

107 visualizações0 comentário