Teve a complementação cortada? Agende horário com o jurídico do Sindicato

Advogados do SISMAR estão com agenda aberta para atender os servidores de Araraquara; Veja quais documentos trazer



Incansável na luta para prejudicar os servidores municipais, o prefeito de Araraquara, Edinho Silva, lançou mais um ataque ao funcionalismo nas últimas semanas: cortou a complementação da aposentadoria dos servidores inativos.

Em vez de reconhecimento e valorização pelos anos de serviços prestados, o governo trata de tirar ainda mais dignidade dos servidores aposentados, pagando-lhes cada vez menos.

Diante de mais este ataque, o SISMAR orienta a todos que foram prejudicados para que entrem em contato com o Sindicato pelos telefones 3335-9909, 3335-1983 ou 3357-1983 e agendem horário com o departamento jurídico, que vai analisar caso a caso.

É importante que cada servidor traga os seguintes documentos para os advogados:

· Carteira de Trabalho

· RG

· CPF

· Comprovante de endereço com CEP

· Holerites que mostram que pagavam a complementação

· Holerites que mostram que parou de pagar

· Notificação do corte (esse documento que recebeu avisando que cortaram, se tiver número de processo também é bom)

· Publicação do ato oficial que deu o direito à complementação (aquele que sai no jornal)

· Publicação do PDV (para quem saiu pelo PDV)

· Guichê pedindo a complementação com o deferimento

A justificativa da Prefeitura para cortar a complementação é um processo que tramita no Tribunal de Contas do Estado (TCE), no qual um auditor teria julgado ilegal o ato concessório das complementações. Porém, neste processo ainda cabe recurso e o SISMAR não vai perder tempo. Aguardamos o contato de cada um.

561 visualizações0 comentário