Servidores acumulam perda salarial superior a 9%

Além dessa perda, o governo Edinho ainda quer nos deixar sem os reajustes do PCCV


Sabia que só neste último mandato do Edinho, nós, servidores municipais de Araraquara, perdemos quase 10% do nosso salário?

• Inflação (IPCA) de maio de 2018 a abril de 2019 = 8,65%. (fonte: Banco central) • O reajuste salarial foi de 5% = perda de 3,65% • Inflação (IPCA) de maio de 2019 a novembro de 2020 = 5,36% (fonte: Banco Central) • Não tivemos reajuste desde maio de 2019.

Perda salarial total desde o último reajuste = mais de 9%

E vai piorar, porque a inflação está subindo, principalmente a dos alimentos, e o governo vai tentar a todo custo nos deixar sem reajuste até 2022. Isso significa que vamos ser capazes de comprar um pouco menos a cada mês.

Somos a linha de frente no combate à Covid-19. Somos 8 em cada 10 profissionais da saúde infectados com o vírus. Merecemos e temos direito à valorização salarial que consta no PCCV!


Mas, quanto significa essa perda de 9% acumulada até agora?

  • Em um salário de R$ 1.500,00, a perda é de R$ 135 por mês.

  • Em 13 meses (por causa do 13º salário), a perda é de R$ 1.755,00

  • Em 3 anos, perde-se de R$ 5.265,00

  • Em 5 anos, já deixou de receber R$ 8.775,00

Alguém aí quer “doar” R$ 8 mil pro Edinho nos próximos 5 anos?

Sem a valorização salarial do PCCV, vai ter servidor passando fome antes do próximo reajuste.

56 visualizações0 comentário
icone fone branco.png
TRANSPARENCIA.png

- Américo Brasiliense

- Araraquara

- Boa Esperança do Sul

- Gavião Peixoto

- Motuca

- Nova Europa

- Ribeirão Bonito

- Santa Lúcia

- Trabiju

SISMAR - Sindicato dos Servidores Municipais de Araraquara e Região

 

Américo Brasiliense, Araraquara, Boa Esperança do Sul, Gavião Peixoto, Motuca, Nova Europa, Ribeirão Bonito, Santa Lúcia e Trabiju


Rua Gonçalves Dias, 970 - Centro - Araraquara/SP

Central de informações: (16) 3335-1983 ou 3357-1983

e-mail: contato@sismar.org.br