top of page

SISMAR terá participação ativa na Federação dos Servidores Municipais

Tatiana Nunes, Regina Rodrigues e Edgard Cervan foram eleitos durante congresso em Limeira

 


É com muita satisfação que a diretoria do SISMAR comunica que terá um novo desafio dos grandes pela frente.

Três membros da atual direção do SISMAR foram eleitos para comporem a diretoria da Fetam (Federação Estadual dos Trabalhadores da Administração Municipal) pelos próximos quatro anos.

Tatiana Rodrigues Nunes, agente educacional em Araraquara, e membro da diretoria do SISMAR, vai assumir a Secretaria Geral da Federação. Regina Célia Rodrigues, Agente Administrativa da Assistência Social e atual diretora do SISMAR, será suplente da diretoria executiva e Edgard Cervan, Guarda Civil Municipal e vice-presidente do Sindicato, será suplente do Conselho Fiscal.

“O desafio é enorme. Mas, eu espero que assumir essa cadeira na Fetam nos ajude a enfrentar a intransigência e o desrespeito dos governantes contra os servidores, a partir da união de forças do SISMAR com os outros sindicatos que compõem a Federação. Vamos levar nossa vivência e aprender muito com a experiência dos demais”, comemora Tatiana Nunes.

A troca de experiências entre os diversos sindicatos e suas realidades é um dos principais ganhos da participação do SISMAR na diretoria da Fetam, avalia Regina Célia Rodrigues. “Podemos aprender muito com as vivências de outros sindicatos e com as capacitações da própria Federação. Além disso, temos muito e avançar no trabalho de base, a partir das formações que eles oferecem e da visão deles sobre as políticas públicas, tão necessárias para todos, mas principalmente para as minorias”, comenta a atual dirigente do SISMAR.

Para Edgard Cervan, a presença do SISMAR na direção da Fetam é o reconhecimento do trabalho realizado pelo Sindicato ao longo de seus 35 anos de história. “O SISMAR é o segundo maior sindicato do estado de São Paulo em número de filiados. E isso não acontece por acaso. Temos o reconhecimento do Ministério Público do Trabalho e da Justiça do Trabalho e agora vamos atuar dentro da Federação, colaborando com a nossa experiência e nossa história, para atingir o objetivo, que é defender os interesses dos servidores municipais”, explica o vice-presidente do SISMAR.

A Fetam é composta 21 cidades com sindicatos de servidores e servidoras filiados. A eleição ocorreu no 11° Congresso, realizado em Limeira nos dias 6 e 7 de junho.

O congresso, que reelegeu por unanimidade Nicinha Lopes como presidenta, teve como tema "Serviço público, a gente que faz", criado pela Confetam (Confederação dos Trabalhadores da Administração Pública Municipal) para demonstrar a importância dos servidores na implementação de políticas públicas.

“Ter dirigentes do SISMAR dentro da direção da Fetam irá engrandecer a nossa Federação com os conhecimentos locais e também a Fetam fortalecerá o SISMAR em suas lutas”, comenta Nicinha Lopes.

Para o coordenador da Subsede da CUT em São Carlos, Edinaldo Ferreira, o SISMAR tem uma grande responsabilidade na Federação. “A Fetam é um grande instrumento de luta dos trabalhadores do serviço público. O desafio do SISMAR vai ser levar as suas experiências, juntando com outras lutas de outras regiões, mantendo sua independência, para colaborar na construção permanente a Federação.”

73 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page