top of page

Campanha Salarial 2024
Araraquara

Data-base: maio

Próxima assembleia:
a definir

Pauta de reivindicações

A pauta é o documento no qual estão os pedidos de reajuste e outras demandas que foram aprovadas em assembleia pelos servidores.

A primeira assembleia em Araraquara para a elaboração da pauta de reivindicações foi realizada dia 07/02, às 18h, na Sede de Campo do SISMAR.

Os principais pontos aprovados são os seguintes:
 

  1. Reposição da inflação de 4,62% deste último ano, acrescido de 12% de aumento real referente a uma parcela das perdas salariais acumuladas nos últimos anos;

  2. Aumento do valor do vale alimentação para R$ 1.000,00, tendo como base o valor da cesta básica em Araraquara, que ultrapassa os R$ 950, 00;

  3. Desvinculação das faltas abonadas do vale alimentação, garantindo que o servidor, mesmo adoecido, possa ter sua alimentação garantida;

  4. Majoração do prêmio assiduidade para R$ 250,00;

  5. Extensão do subsídio do plano de saúde aos servidores da Fungota, nos mesmos moldes do concedido aos servidores da prefeitura e DAAE

 

Confira aqui a pauta completa de reivindicações em PDF

A pauta foi enviada oficialmente à Prefeitura. Assim que a Administração responder, será marcada nova assembleia para os servidores deliberarem sobre a resposta.

Como estão as negociações?

A pauta de reivindicações foi aprovada em assembleia realizada dia 07/02 e encaminhada à Prefeitura.

O SISMAR aguarda uma resposta da Administração para convocar nova assembleia e prosseguir com as negociações.

como participar

Como participar?


Compareça às assembleias convocadas pelo Sindicato.

Todos podem participar e ter voz e voto nas assembleias, mesmo quem não é sindicalizado.

Este é o momento de todos os servidores terem sua voz e sua reivindicação ouvidas, democraticamente.

Todas as decisões na campanha salarial são tomadas nas assembleias, coletivamente. O SISMAR não negocia sozinho com a Administração, quem decide é a categoria reunida em assembleia.

Como é o processo de negociação?

Democracia - No SISMAR, todo o processo de negociação passa pelas assembleias. Em relação à data-base, nada é decidido unilateralmente pela direção do SISMAR, a categoria é sempre ouvida e delibera coletivamente nas assembleias. É na assembleia que a categoria decide tudo, tanto o pedido de reajuste quanto a aceitação ou não das contrapropostas da Prefeitura.


Organização - Na primeira assembleia, a categoria debate e define a pauta de reivindicações para o ano que vem. A principal delas é o reajuste dos salários. Esta pauta é encaminhada por ofício para a Prefeitura e o processo de negociação começa.

Participação - Também é na assembleia que é formada uma comissão de servidores, escolhidos democraticamente pela categoria, para acompanhar a direção do Sindicato em eventuais reuniões com o Prefeito ou seus secretários. Como já informado, o SISMAR não negocia sozinho, sempre é a categoria que dá a última palavra, em assembleia.


Negociação - Quando o governo responde às reivindicações dos servidores, o Sindicato leva essa resposta para a categoria ouvir e decidir se concorda ou não com ela em mais uma assembleia. A decisão da categoria tomada em assembleia é novamente encaminhada à Prefeitura, sempre por ofício, e a nova resposta volta para ser discutida na assembleia.

Decisão - Caso não haja acordo, também é a categoria reunida em assembleia que decide os rumos que a campanha salarial deve tomar. A greve a última e mais dramática das possibilidades, quando todas as tentativas de acordo tiverem falhado e não houver mais espaço para negociação.

Quais foram os últimos reajustes da categoria?

 

Histórico de reajustes concedidos:

2015: 4,5%

2016: 3,3%

2017: 2,08%

2018: 4,76%

2019: 5%

2020: 0%

2021: 0%

2022: 5%

2023: 4,65%

Perdas salariais acumuladas desde 2015: 35,22%
Perda salarial ocorre quando o reajuste no salário é menor do que a inflação daquele período.

Araraquara, infelizmente, tem uma das maiores perdas salariais da região, superior a 35%. Isso significa que um salário de R$ 2 mil, deveria ser de R$ 2,7 mil. São R$ 9,1 mil por ano de prejuízo, neste caso.


 

Quanto foi a inflação?
Existem vários índices que medem a inflação de diferentes maneiras. O índice oficial do governo brasileiro, calculado pelo IBGE e adotado também em Araraquara, é o IPCA.

O IPCA de um mês, é divulgado, em geral, até a segunda semana do mês seguinte.

Até hoje, temos os seguintes números:

IPCA últimos 12 meses (fevereiro/23 a janeiro/24): 4,62%


 

Quero fazer uma pergunta.
Clique aqui e envia sua pergunta.

Inflação
últimos reajustes
Com é o prcesso de negociação
pergunta
bottom of page